Como curar a diarreia em cães?

Reading Time: 2 min
Diarreia cães, cães com diarreia

A diarreia nos cães é caracterizada pela alteração da consistência das fezes, passando de duras para líquidas. Para além da alteração da consistência das fezes, verifica-se também um aumento da frequência com que os cães fazem as suas necessidades e dos gases intestinais. A diarreia faz os cães perderem muitos líquidos, alterando o seu bem-estar, humor, perdem o apetite e entram num estado de cansaço permanente. Pode ser fatal nos cães mais jovens por serem mais vulneráveis do que os cães adultos. Neste artigo, saiba quais as causas e como curar cães com diarreia.

Causas da diarreia nos cães

As causas da diarreia nos cães variam muito. Pode ser provocada por determinados alimentos, mudanças na dieta, plantas ingeridas, vírus transmitidos por outros cães, alergias, stress, perturbação emocional, parasitas, gastroenterite de origem bacteriana (como a salmonela) ou até doenças.

Desta forma, deve ficar atento ao que o seu cão comeu ou ao que fez nos últimos dias de diferente que lhe possa ter causado tal reação. O histórico do animal é muito importante para determinar a causa da diarreia.

Independentemente da causa, a diarreia provoca perda massiva de líquidos deixando o cão frágil e débil. Deve analisar todos os sinais do animal, uma vez que a reação pode ser fatal.

Como evitar a diarreia nos cães

  1. Não dê ao seu cão comidas ricas em hidratos de carbono ou gorduras. Evite dar este tipo de alimentos ou reduza ao máximo.
  2. Não misture diariamente comidas diferentes e de grande variedade para não causar irritabilidade ou alergias.
  3. Dê a comida em pequenas porções, dando tempo ao organismo do animal para ir digerindo.
  4. Fique atento à data de validade dos alimentos. As pessoas têm a tendência a não confirmar a data de validade dos alimentos dos cães, mas é uma verificação necessária e que pode influenciar o bem-estar do seu patudo.

Tratamento da diarreia nos cães

Uma das principais consequências da diarreia nos cães é a perda de líquidos, por isso é muito importante que o seu cão ingira líquidos ao longo dos dias em que está com a reação.

Durante o 1º dia da reação, o cão não deve comer. Deve fazer jejum para que dê tempo ao organismo de processar e expulsar o que está a causar a diarreia.

Depois do 1º dia em jejum e com a ingestão de líquidos, deve dar comidas leves e cozidas como arroz ou frango, para ajudar na recuperação e no combate do cansaço.

A comida deve ser fornecida ao cão em pequenas doses e intervaladas para ir avaliando a reação do animal.

Caso a diarreia não passe em 2 dias, 3 no máximo, deve levar o seu cão ao veterinário para que seja avaliado e lhe seja prescrito um tratamento adequado.

O veterinário irá avaliar a cor das fezes e a consistência para determinar a causa da diarreia. Poderá ainda colocar o cão no soro para ajudar na estabilização do animal.

Podem ser solicitados alguns exames para determinar a origem como:

  • Coproparasitológico (exame de fezes)
  • Hemograma e leucograma completo (exame de sangue)
  • Raio-X
  • Ultrassonografia

Na maioria dos casos, a diarreia passa em 48 horas ou através da ingestão de antibióticos.

Fique atento ao seu cão e, caso suspeite que está com diarreia, siga os passos acima indicados. Nos casos extremos, recomendamos que leve imediatamente o patudo ao médico veterinário para que possa ser devidamente acompanhado.